terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo


Estive durante os ultimos 2 anos me envolvendo cada vez mais com a área de informação e por consequencia trazendo meu perfil tecnológico para a área. Como consequencia disto posso afirmar que os estudantes da área de ciência da informação estão adquirindo naturalmente este perfil introduzindo conhecimentos de novas tecnologias principalmente com a criação de blogs nas minhas aulas e o estudo do html, java e php entre outros para poder conhecer o que há por trás desta página que está aqui reproduzida. O que eu sempre coloco para os estudantes é a necessidade de inserção no mercado através do conhecimento herdado da biblioteconomia para indexar todo o material bibliográfico nos portais de internet então estou aqui para sugerir o estudo dos Sistemas de Gerenciamento de Conteúdo (Content Management Systems-CMS) que estão sendo adotados por grandes portais de internet para gerenciar o vasto conteúdo presente nestes portais. Algumas destas ferramentas são inclusive utilizadas já por sites na área de biblioteconomia mas o grande plus delas é a possibilidade de montar sites com uma grande quantidade de componentes que oferecem inúmeros recursos para eles entre eles enquetes, ferramentas de busca, calendários personalizados, fóruns, galerias de fotos e vários templates entre outros. Algumas delas que já tive contato são o Joomla e o Plone já possuem uma base grande de usuários da língua portuguesa o que possibilita a resolução de problemas por nós veja o exemplo disto no site pessoal do Prof. Marcello Bax e Portal de Gestão Social feitos em Plone. A própria DSpace biblioteca digital desenvolvida pelo MIT e a HP tem a filosofia de CMS e claro existem muitos a serem escolhidos que oferecem o suporte através das empresas ou comunidades que o desenvolveram. Veja no Java Source e no Open CMS mas fiquem cientes que nada como um bom manual ou pesquisa na web para resolver certos problemas.

quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Concursos Biblioteconomia 2008

Já que falei nos concursos na postagem anterior. Aqui vão os endereços das instituições que organizam os concursos. Fundação Carlos Chagas Analista Judiciário - Especialidade Biblioteconomia-TRF 5ª regiao. Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) - Assembleia legislativa de Minas Gerais. Fiquem de olho também na ESAF, na CESPE da UNB quem sabe saia algum lá na área. E não podemos deixar de esquecer as universidades federais para aqueles que querem ser professores de um curso de biblioteconomia em breve novos editais e vagas irão pipocar afinal são mais de 2000 vagas para todos os cursos no Brasil este ano. Lembrando ainda que alguns concursos são abertos para quem tem diploma superior ou terminou o segundo grau então mãos à obra para estudar...

EREBD 2008 - Começa hoje



Sim o XI EREBD Norte e Nordeste - Encontro Regional de Estudantes de Biblioteconomia e Documentação 2008 começa hoje em Fortaleza-CE. Tendo como assunto em discussão as "Políticas informacionais: metas e diretrizes no contexto neoliberal" fica sempre no ar qual será o nível de discussões que estarão presentes junto aos estudantes de biblioteconomia e até que ponto este encontro servirá para unir-los e tornar a classe mais representativa junto ao meio político, empresarial e sobretudo educacional. Neste ano de 2008 em que já foram divulgados vários concursos para a área de biblioteconomia e alguns com salários expressivos necessitamos porém do maior incentivo destes meios para realizar projetos para a área educacional e com uma vertente inclusiva. E para os estudantes que gostam de curtir as fotos dos encontros anteriores encontrei este site muito bem estruturado o Biblioturma quem sabe iniciativas como esta apareçam nos outros cursos da área. Deixo aqui meu recado para que tudo transcorra com sucesso!!!

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Web 3.0 ou semantic web

Ao voltar do descanso proporcionado pelo recesso e o reveillon, inicio 2008 já com uma introdução ao que alguns colegas estudiosos colocam como o futuro da web. Nesta versão 3.0 a web agora chamada de semântica tem como um dos autores mais citados Tim Berners Lee considerado por muitos o "pai" da web que conhecemos. Sendo assim a web semântica pretende criar significado, ou sentido para tudo que se encontra na grande rede possa torná-la inteligente suficiente para que aquilo que você procurar possa ser encontrado através de uma linguagem que possa comunicar o homem (internauta) e a máquina (site de busca), isto tudo será possível através de o que chamamos de agente de software que agem de forma autônoma para através das buscas realizadas encontrar com maior precisão aquilo que se está procurando na rede. Para ilustrar isso tudo leiam o complemento deste post no e21 e em seguida vejam a entrevista com Tim Berners Lee.