sábado, 21 de junho de 2014

III SINFORGEDS - 2014


III SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE INFORMAÇÃO PARA A SAÚDE 
(SINFORGEDS)

O SINFORGEDS configura-se como um evento bianual e as ações desta terceira edição se concentrarão nas reflexões teórico-práticas por meio de mesas de debate, apresentação de comunicações e oficinas contemplando os  seguintes temas: interdisciplinaridade da Ciência da Informação; tecnologias emergentes em saúde; implicações políticas, éticas e jurídicas no tratamento, organização, representação e acesso à documentação e à informação sanitária; tecnologia SNOMED-CT; terminologia em saúde;  preservação e conservação da documentação sanitária, prontuários eletrônicos do paciente; monitoramento da qualidade, segurança e avaliação em assistência à saúde; tecnologias de nuvem em saúde; redes sociais; tecnologia e
complexidade na sociedade contemporânea e gestão de arquivos nas organizações de saúde.

O III SINFORGEDS irá acontecer no período de 16 a 19 de setembro de 2014.
Local: Mareiro Hotel
Rua Tibúrcio Cavalcante, 2380. Meireles,
Fortaleza - CE, 60125-100. 
Realização: 
Universidade Federal do Ceará. 
Departamento de Ciências da Informação 
GPRI (Grupo de Pesquisa em Representação da Informação) 
Grupo de pesquisa sobre Cultura, Gestão da Informação e Sociedade.
Público-Alvo
Gestores de organizações de saúde, profissionais e estudantes das áreas de Ciência da Informação, Biblioteconomia, Ciências da Saúde, Computação, Letras, Tecnologia de Informação, Comunicação, Informática e demais interessados nessas temáticas. 

Mais informações no site oficial do evento: http://sinforgeds.com/

domingo, 30 de março de 2014

O corpo humano como mediador da Internet das Coisas

O fenômeno do Big Data está possibilitando o desenvolvimento da "Internet das Coisas" imagine só o corpo humano como o centro desse espaço onde tudo que ele usar estará conectado por meio de sinais de rádio frequência à grande rede. 
Segundo a Wikipedia a "Internet das coisas" (em inglês: Internet of Things) é, em certa medida, fruto do trabalho desenvolvido pelo MIT Auto-ID Laboratory, recorrendo ao uso do RFID (Sistema de Rádio Frequência por Identificação) e Wireless Sensor Networks. 
O objetivo foi, desde o início, criar um sistema global de registro de bens usando a single numbering system chamado Electronic Product Code (EPC). A Internet das coisas é uma revolução tecnológica que representa o futuro da computação e da comunicação e cujo desenvolvimento depende da inovação técnica dinâmica em campos tão importantes como os sensores wireless e a nanotecnologia. De acordo com gráfico da Cisco em 2020 50 bilhões de dispositivos estariam conectados enviando informações para a internet. Quanto ao uso destes dispositivos inteligentes em bibliotecas, de acordo com Roullard (2013) muitos usuários de bibliotecas possuem smartphones que poderiam receber informações de interesse sobre um livro que está disponível, ou uma sala de estudo em grupo que foi reservada. 
Bibliotecas Universitárias americanas, como a de North Carolina State University (NCSU) já estão oferecendo aos professores que desenvolvem pesquisas com realidade aumentada e interfaces inovadoras o empréstimo do Google Glass para projetos de aplicativos. Outros exemplos de dispositivos inteligentes são os Implantes inteligentes (BioHackables), Óculos Digitais (Augmented Reality), Tatoo Digital (Wearables), Dispositivos Inteligentes (Enchantables), Roupas Inteligentes (Surroundables) e Pílulas Inteligentes (Swallowables). O infográfico a seguir exemplifica cada uma desses dispositivos que estariam conectados a rede mandando informações.
 
Por último, Kroski (2013) destaca sete coisas que as bibliotecas poderiam fazer utilizando o Google Glass: 1) Melhorar as visitas dos usuários na Biblioteca;
2) Gravar e registrar eventos ocorridos na biblioteca; 
3) Proporcionar informação útil a pesquisadores que estão neste espaço; 
4) Gravar vídeos tutoriais para divulgar uma técnica;
5) Fornecer o reconhecimento ótico de caractere para portadores de deficiência; 
6) Possibilitar a tradução em tempo real de texto lidos por estrangeiros;
7) Estabelecer uma comunicação com tradução simultânea entre dois portadores destes óculos.

quarta-feira, 12 de março de 2014

Congresso de Bibliotecas Universitárias e Especializadas no Chile 2014

Estão abertas submissões de artigos para o Congresso de Bibliotecas Universitárias e Especializadas em Santiago do Chile, nos dias 27 e 28 de Maio de 2014.
  A data final para submeter artigos é o dia 31 de março de 2014. A inscrição custa 65 USD e os temas que serão abordados são os seguintes: Acesso a informação; Serviços de Informação; Coleções digitais; Publicação Eletrônica; Softwares de descoberta; Dados abertos; metadados e catalogação; Arquitetura da informação e web de bibliotecas; Repositórios acadêmicos; Propriedade intelectual e direitos autorais; Alfabetização informacional; Dispositivos Móveis; Uso de redes sociais; Bibliometria; Padrões de Qualidade e Acreditação. O resumo de cada apresentação deverá ser enviado em espanhol para o correio eletrônico sisib@uchile.cl, com o Assunto "Congreso de Bibliotecas”. A apresentação final deverá ser realizada neste mesmo idioma. Para saber mais acesse: http://bibliotecas.uchile.cl/congreso/

segunda-feira, 10 de março de 2014

SNBU 2014


Estão abertas as inscrições para o Seminário Nacional de Bibliotecas Universitárias (SNBU) de 2014. 
O evento este ano será realizado de 16 a 21 de novembro no Minascentro e será promovido pelo sistema de Bibliotecas da UFMG. 
Com o tema "Bibliotecas Universitárias e o acesso público à informação: articulando leis, tecnologias, práticas e gestão" e terá os seguintes eixos temáticos: 
Organização e serviços de informação 
Organização e tratamento da informação Formação e desenvolvimento de coleções Cultura e comportamento informacional Usuários e práticas contemporâneas Serviços de referência (inovação em produtos, marketing e serviços) Produtos e serviços para pessoas com deficiências Acervos raros e especiais Perfil profissional e práticas renovadoras Sistemas de gerenciamento da informação.
Leis de acesso público à informação 
Contextos, historicidade e repercussão Normas, regulamentos de acesso e disseminação da informação Influência da Lei de Acesso a Informação na prática bibliotecária Abrangência da Lei de Acesso a Informação 
Gestão de Bibliotecas Universitárias 
Políticas institucionais Planejamento estratégico e sustentabilidade Avaliação e gestão pública em serviços de informação Formação continuada Acessibilidade (produtos, serviços e tecnologia) 
Comunicação Científica 
Política e economia da informação (mercado editorial, movimento de acesso aberto, direito autoral e licenças de uso) Fluxo editorial e atuação bibliotecária Produção, comunicação científica e tecnológica (medição, mapeamento, diagnóstico e avaliação) 
Tecnologia 
Repositórios institucionais Ferramentas de comunicação e colaboração científica Dispositivos móveis em contexto acadêmico Acervos digitais e e-books Preservação de acervos digitais Biblioteca universitária e EaD Para enviar trabalhos os participantes devem observar as normas que estão no seguinte link www.bu.ufmg.br/snbu2014/trabalhos 
O prazo máximo para envio de Comunicação Oral ou Pôster é 30/04/2014.