terça-feira, 20 de maio de 2008

Em busca de ferramentas tecnológicas e colaborativas para a Biblioteca


Esta semana iniciei uma aula sobre a ferramenta Wiki, que para Maness (2007) " são essencialmente páginas web abertas, onde qualquer pessoa registrada no wiki pode publicar nele, melhorá-lo, e mudá-lo".

Com os estudos para a apresentação, percebi que o wiki é um ótimo recurso para a Biblioteca 2.0 que está vindo à tona, pois funcionam como uma sala de discussão em grupo sobre determinado tema e que, dentro deste ambiente, essas indagações estarão arquivadas por um grande período de tempo, servindo como uma fonte de referência para posteriores qustionamentos.

A coletividade e a colaboração faz com que o wiki seja diferente das outras páginas da internet pelo fato de estar disponível em um tipo de rede horizontal, em que "eu" coloco o meu conteúdo e "você" pode alterá-lo e que essa interação permite a geração de conhecimento e, conseqüentemente de uma maior audiência por parte dos usuários.

Como os wikis atingiram uma grande expansão e abrange um considerável número de assuntos, iniciativas, grupos, organizações e até de universos fictícios, como cinema, música e teatro, ela deve ser um recurso de grande valor e utilidade pelas atuais bibliotecas, e que algumas delas já constroem até o seu próprio espaço wiki, como as Bibliotecas da Universidade de Ohio, centro-oeste dos Estados Unidos, que contem artigos sobre livros de referência, bases de dados, Web site, e outras guias da pesquisa.

Então, a biblioteca deve promover relações com a dinâmica de conteúdos Web 2.0, como os wikis.

Nenhum comentário: